DELIRIUM E CORRELAÇÕES CLÍNICAS OBSERVADAS EM PESSOAS DA TERCEIRA IDADE INTERNADAS EM UM HOSPITAL GERAL

  • Daniele Kelle Lopes de Araújo
  • Bruna Pires de Assis Dantas
  • Olívia Motta Wanderley da Nóbrega
  • Honorina Fernandes Nogueira Neta
  • Waléria Viana Ibiapina
  • George Robson Ibiapina
Palavras-chave: Delirium, Internação hospitalar, Idoso

Resumo

O objetivo com esse estudo é identificar alguma associação entre pacientes internados em um hospital geral e o desenvolvimento de delirium, uma síndrome neuropsiquiátrica grave, caracterizada por distúrbio da consciência e rebaixamento cognitivo, considerando variáveis como: idade, sexo, tempo e local de internamento, grupo de medicamentos em uso, sítio orgânico da patologia de base que motivou o internamento e dados laboratoriais como hemoglobina, creatinina e glicemia. O estudo transversal observacional foi realizado durante o mês de maio de 2014, através da entrevista de pacientes internados na enfermaria e na unidade de terapia intensiva (UTI) de um hospital geral, em Santa Rita-PB, após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa sob o protocolo nº 59/14. Sessenta pacientes com idade igual ou superior a 60 anos, internados pelas mais variadas causas, foram submetidos ao chamado de Método de Avaliação da Confusão (Confusion Assessment Method - CAM). Concluiu-se que, entre os pacientes que apresentaram o diagnóstico de delirium segundo CAM, apenas os na sétima década e os com anemia atingiram significância estatística. As doenças gastrointestinais, os glicocorticoides e os opioides foram o grupo de doenças e os fármacos, respectivamente, mais implicados na gênese do déficit de atenção, apesar de não apresentarem significância estatística.

Publicado
2014-06-15
Como Citar
Lopes de Araújo, D., de Assis Dantas, B., da Nóbrega, O., Nogueira Neta, H., Ibiapina, W., & Ibiapina, G. (2014). DELIRIUM E CORRELAÇÕES CLÍNICAS OBSERVADAS EM PESSOAS DA TERCEIRA IDADE INTERNADAS EM UM HOSPITAL GERAL. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 12(2), 57 - 67. https://doi.org/10.17695/revnevol12n2p57 - 67
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##