MÉTODO CANGURU: CUIDADO HUMANIZADO NO PERÍODO PUERPERAL

Palavras-chave: Mulher, Puerpério., Método Canguru

Resumo

O Método Canguru ou contato pele-a-pele foi criado na Colômbia, na década de 1970, com intuito de promover o cuidado ao recém-nascido pré-termo ou de   baixo   peso, na   ausência   de   incubadoras. É um modelo voltado para o cuidado humanizado que reúne estratégias de intervenção biopsicossocial. Este estudo consiste em um relato de experiência, construído com base em artigos científicos, e das vivências de estudantes do curso de medicina envolvidos no Projeto de Extensão: Observatório do Cuidado Humanizado do Pré-Parto e Parto, realizado no ICV. Trata-se de uma abordagem descritiva, qualitativa e exploratória, com objetivo de compreender os relatos das mulheres internadas no referido serviço, que estão sob os cuidados do setor Método Canguru. Foi possível perceber alterações psicológicas das puérperas que se encontram fragilizadas e hiperemotivas, algumas apresentando o fenômeno baby blue. O estudo permitiu evidenciar demandas de aporte psicológico e sugere a realização de oficinas terapêuticas, grupos operativos e rodas de conversa, concomitantemente com a oferta de terapias alternativas.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
Costa, S. M., Leite Junior, J., & Amaral Pereira, M. (2019). MÉTODO CANGURU: CUIDADO HUMANIZADO NO PERÍODO PUERPERAL. Revista De Ciências Da Saúde Nova Esperança, 17(3), 44-50. https://doi.org/10.17695/revcsnevol17n3p44-50
Seção
Ciências da Saúde/Artigo Original